Os bichinhos e o nunca

Liguei em busca de uma companhia legal para ir ao show na Praça da Estação. Alguma coisa estava diferente. A voz animada e que (quase sempre) topa tudo, estava triste! Logo veio a resposta: “Meu cachorro morreu”.

Fiquei sem ar. Não sabia o que dizer. Deu vontade de abraçar!

Comecei a pensar. Há pouco tempo atrás eu não tinha nenhuma simpatia com animais, na verdade eles me irritavam. Até que a Cacau dormiu comigo! Ehhh... não teve mais jeito! Tive que abrir uma exceção para o Miró, a Frida e a Laila e mudar no orkut a frase: "prefiro que fiquem no zoológico".

Estou me saindo bem: passeio na praça, carinho, comidinha e até um cheiro no nariz!

Agora entendo porque e legal ter um bichinho que anda. E eu achava que nunca ia gostar de animais!
É realmente! Nunca é tempo demais...

2 comentários:

Vivi disse...

Ah..eu adoro meus gatos...
hehehe

Um Rafael disse...

Bichos... eles são bons companheiros. Já pensou em ter um urso? Pode ser de pelúcia... Eles são ótimos companheiros, e conversam como ninguém.

E shiiiiiii,... eles guardam segredos muito bem.