A carta

Pensei muito sobre o que e como começar a escrever... abri o computador e surgiu a primeira frase... “Bommm Diaaa! Como você está?”... mas essa empolgação durou por pouco tempo. Quando coloquei o ponto final fiquei a me perguntar o que eu estava fazendo naquela máquina!

... Se queria ficar mais perto de você... porque escrever uma carta no computador ao invés de usar lápis e papel?!? Afinal... a grafia não é pedacinho da gente? Pedacinhos que escondem em cada letra um pouquinho do que se tem no coração?

Pensei por apenas alguns segundo... e em busca de lápis e papel resolvi começar tudo de novo.

2 comentários:

Thelma disse...

Eu sempre escrevo cartas pelo computador, apesar de saber de tudo que vc descreveu...

Sim, tenho preguiça.

hehehe

Beijos, Nanda.

Maria Baldam disse...

Essa carta foi escrita para mim!